Sarah prefere correr

Sarah préfère la course (Canadá 2013). De Chloé Robichaud. Com Sophie Desmarais, Jean-Sébastien Courchesne, Geneviève Boivin-Roussy. Drama. 97´.
Classificação: 10 anos

A atleta Sarah tem sua vida alterada com uma oferta para treinar no melhor clube de atletismo universitário. Ao lado de Antony, ela deixa sua cidade natal e precisa encontrar um meio de se sustentar sem a ajuda da mãe. Para ganhar um melhor auxílio do governo, a jovem decide se casar com o amigo, mas logo percebe que um casamento aos vinte anos não era exatamente o que esperava.

Neste primeiro filme, sua mise-en-scène flerta perfeitamente com a natureza morta, marcando uma assinatura que anuncia a chegada de uma cineasta que vale a pena acompanhar. Nicolas Bauche - Positif

Pausa

Pause (SUÍÇA, 2014). De Mathieu Urfer. Com Baptiste Gilliéron, Julia Faure, André Wilms. Comédia romântica. 82'.
Classificação indicativa: 10 anos

Sami é um homem na casa dos 30 que, sem muito progresso, tem vivido mais mal do que bem com Julia, uma advogada bem sucedida. Julia começa a trabalhar para uma empresa que importa algodão orgânico e fica fascinada por seu chefe, o jovem e dinâmico Lionel. Sami, por sua vez, está satisfeito com seus trabalhos temporários e seu modo de vida ao lado de seu melhor amigo, Fernand, um guitarrista alcoólatra de 75 anos, com quem tem um duo de country.

A Vaidade

La vanité (FRANÇA/SUÍÇA, 2015). De Lionel Baier. Com Patrick Lapp, Carmen Maura, Ivan Georgiev. Drama. 75'.
Classificação indicativa: 12 anos

David Miller quer se matar. O velho arquiteto recorre a uma associação de assistência de suicídio. Mas Espe, o acompanhante, não parece muito ciente do procedimento. Enquanto isso, David Miller tenta convencer Tréplev, uma prostituta russa do quarto ao lado, a testemunhar seu último suspiro, como exige a lei na Suíça. Durante esse tempo, os três vão descobrir sentimentos peculiares.

Tapete Vermelho

Tapis Rouge (SUÍÇA, 2014). De Frédéric Baillif & Kantarama Gahigiri. Com Frédéric Landenberg, Mélissa Haguma, Amidou Awazi. Drama. 90'.
Classificação indicativa: livre

Um assistente social se reúne em um subúrbio de Lausanne com um grupo de jovens se reúne para escrever um roteiro e fazer tudo possível para tornar seu sonho realidade: um road movie na seleção do Festival de Cannes.

Dois dias, uma noite

Deux Jours, Une Nuit(FRANÇA/BÉLGICA/ITÁLIA, 2014) (França / Bélgica / Itália, 2014). De Jean-Pierre Dardenne & Luc Dardenne. Com Marion Cotillard, Fabrizio Rongione, Catherine Salée. Drama. 95´.
Classificação indicativa: 12 anos

Sandra perde seu emprego pois outros trabalhadores da fábrica preferiram receber um bônus ao invés de mantê-la na equipe. Ela descobre que alguns de seus colegas foram persuadidos a votar contra ela. Mas Sandra tem uma chance de reconquistá-lo. Ela e o marido têm uma tarefa complicada para o final de semana: eles devem visitar os colegas de trabalho e convencê-los a abrir mão de seus bônus, para que o casal possa manter o seu emprego.

Febres

Fiévres (França/Marrocos, 2014). De Hicham Ayouch. Com Didier Michon, Slimane Dazi, Farida Amrouche. Drama. 90’.
Classificação indicativa: 12 anos

Benjamin, 13 anos, está em guerra com a vida, os adultos e si mesmo. Com sua mãe presa, ele passa a viver com seu pai, que até então não conhecia. Este é um homem falido de mais de 40 anos que ainda vive com os pais nos subúrbios de Paris e trabalha num depósito. Mas a chegada do adolescente vai perturbar gravemente sua vida e de sua família.

Brooklyn

Brooklyn (França, 2014). De Pascal Tessaud. Com KT Gorique, Rafal Uchiwa, Jalil Naciri. Drama. 83’.
Classificação indicativa: livre

Coralie, conhecida como Brooklyn, foge da Suíça e chega a Paris para tentar uma chance no mundo do hip hop. Ela é contratada como cozinheira numa associação local do bairro de Saint-Denis, um subúrbio de Paris. Coralie conhece Issa, uma estrela em ascensão no bairro.

Manu Dibango Tempo d'Afrique

Manu Dibango Tempo d'Afrique (França, 2010). De Pascal Vasselin e Calixthe Beyala. Documentário. 52’.
Classificação indicativa: livre

Os diretores seguiram Manu Dibango nos Camarões, na Bélgica e também na França seguindo os passos da sua historia: Saint-Calais, Champigny-sur-Marne, ou no bairro Parisiense de Château-Rouge. Inumeráveis imagens de arquivos desenham o retrato do saxofonista que se livre, contando as suas inspirações ao longo da carreira dele, desde Africa onde ele nasceu até a Europa que o adoptou e também na América dos jazzmen que profundamente o marcou.

Jappeloup

Jappeloup (França, 2012). De Christian Duguay. Com Guillaume Canet, Marina Hands, Daniel Auteuil. Biografia. 135´.
Classificação indicativa: livre

Nos anos 1980, Pierre Durand decide abandonar a carreira de advogado e se dedicar a sua grande paixão: o salto com obstáculos. Com o apoio do pai, ele aposta em um pequeno cavalo ridicularizado por todos: Jappeloup, um animal pequeno e imprevisível.

Como um leão

COmme un lion (França, 2012). De Samuel Collardey. Com Marc Barbé, Mytri Attal, Anne Coesens. Drama. 102´.
Classificação indicativa: livre

Em uma aldeia do Senegal, o jovem Mitri sonha em se tornar um astro do futebol. Quando um caça-talentos percebe a habilidade do menino, ele lhe oferece a oportunidade de ir para a França. Porém, para participar da seleção e ter a chance de ser escolhido pelos grandes clubes, é preciso pagar.

A mostra

A Semana da Francofonia é um evento anual que tem como objetivo divulgar as culturas dos diferentes países que compartilham a língua francesa. No ano de 2016, o Consulado da França no Rio de Janeiro, juntamente do Cine Arte UFF e a Aliança Francesa do Rio de Janeiro organizam a 5ª edição da MOSTRA DE FILMES FRANCÓFONOS. Serão diversos filmes das mais diferentes nacionalidades, lançados nos últimos anos e selecionados especialmente para compor a mostra, de modo a destacar a pluralidade da língua francesa e sua influência cultural. Dentre os selecionados estão os franceses, "Brooklyn", de Pascal Tessaud, selecionado na ACID do Festival de Cannes de 2014, e os destaques da programação, "Como Um Leão" e "Jappeloup", que irão destacar o esporte no cinema em virtude dos próximos Jogos Olímpicos em terras cariocas.

A seleção ainda conta com "O Navalha de Tunis", co-produção tunisiana, francesa e canadense aclamada pela crítica e bem acolhida no Festival de Cannes de 2014, o marroquino "Febres" e os suíços "Pausa" e "A Vaidade", sendo os dois últimos selecionados no Festival de Locarno de 2014. A contribuição canadense é da diretora Chloé Robichaud com "Sarah Prefere Correr", na seleção oficial do Un Certain Regard do Festival de Cannes de 2013 e que colocou a diretora nos olhos da crítica francesa. Por fim, o grande sucesso dos irmãos Dardenne, presente na Seleção Oficial de Cannes em 2014 e que rendeu à atriz Marion Cotillard inúmeros prêmios por sua atuação visceral: "Dois Dias, Uma Noite".

A mostra é realizada em parceria com o Escritório do Governo do Québec em São Paulo, o Consulado Geral da Bélgica no Rio de Janeiro, o Consulado Geral da Suíça no Rio de Janeiro e com o apoio do Institut Fançais e da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil.
Na Aliança Francesa de Botafogo, os filmes serão exibidos de 16 a 19 de março no auditório. Haverá também sessões no Cine Arte UFF de 17 a 23 de março. No Cinemaison haverá sessões de 15 a 22 de março.

Filmes

Sarah prefere correr

  infos

Pausa

  infos

A Vaidade

  infos

O Navalha de Tunis

  infos

Dois dias, uma noite

  infos

Brooklyn

  infos

Febres

  infos

Manu Dibango, Tempo d'Afrique

  infos

Sessões escolares

Jappeloup

  infos

Como um leão

  infos

Programação

15 16 17 18 19 20 21 22 23
Cine Arte
UFF
  • 21hFebres
  • 21hO Navalha de Tunis
  • 21hSarah prefere correr
  • 21hPausa
  • Sessão escolar:
    09h30 Jappeloup
  • 21hBrooklyn
  • Sessão escolar:
    09h30 Como um leão
  • 21hA vaidade
  • 21hDois dias, uma noite
Aliança
Francesa de Botafogo
  • 19h30Brooklyn
  • 19h30Pausa
  • 19h30O Navalha de Tunis
  • 13h30Jappeloup
Cinemaison
  • 19h Manu Dibango,
    Tempo d'Afrique
  • 19h30Febres
  • 13h Como um leão
  • 15hO navalha de Tunis
  • 18hSarah prefere correr
  • 20hA Vaidade
  • 19h Brooklyn

Onde assistir

ALIANÇA FRANCESA
DE BOTAFOGO

Rua Muniz Barreto, 730 – Botafogo
ENTRADA FRANCA
SUJEITO À LOTAÇÃO DAS SALAS.

CINEMAISON

Avenida Presidente Antônio Carlos, 58 - Centro
ENTRADA FRANCA
SUJEITO À LOTAÇÃO DAS SALAS.

CINE ARTE UFF

Rua Miguel de Frias, 9 – Icaraí – Niterói
ENTRADA: Consulte Cine Arte UFF
SUJEITO À LOTAÇÃO DAS SALAS.

Realização

Apoio