Ville Invisible

No momento em que debatemos a hospitalidade, a Aliança Francesa apresenta a exposição Ville invisible, resultado de uma imersão do fotógrafo Vincent Catala na periferia carioca, ao buscar retratar a realidade da Colônia Juliano Moreira. Um dos muitos bairros sociais construídos a partir de 2009 para realocar os moradores das favelas, cujo isolamento e os erros políticos já transformaram em gueto. Nesse território de nossa cidade, a presença de construções fantasmagóricas ou inacabadas, paisagens solitárias, a presença furtiva de transeuntes ou personagens ansiosos, são sinais de uma tensão surda  e ameaçadora.

Fotógrafo autodidata, Vincent Catala mora e trabalha no Brasil desde 2012. Ele se interessa pela abordagem de longo prazo de territórios específicos, definidos e opacos, que nos dão uma visão sobre diferentes representações do mundo e a interação entre noções de universalidade estabelecidas através de encontros e geografias precisas.

Para a abertura da exposição, dia 13/6 às 19h, convidamos a pesquisadora e professora de Arquitetura da PUC-Rio, Ana Luiza Nobre para realizar uma visita guiada com o artista. Doutora em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2008), Ana Luiza atua na área de História, Teoria e Crítica da Arquitetura e da Cidade, com ênfase na produção moderna e contemporânea.

Data: de 13/06 a 31/08
Local: Galeria da Aliança Francesa - Rua Muniz Barreto, 746
Horário de visitação: De 2ª a 6ª, de 10h às 19h / Sáb, de 08h às 12h

Entrada franca