#dicamidiatecaaf - Fevereiro 2017

A coluna #dicamidiatecaaf está de volta e, neste mês de fevereiro, apresenta o autor Marc Levy, simplesmente o autor francês mais lido do mundo, e o cantor Amir, dono da voz de “J’ai cherché”, eleita a melhor música francófona de 2016 no  NRJ Music Awards, em Cannes.

Marc Levy nasceu em 16 de outubro de 1961 na França e os 37 anos, escreve sua primeira história para o homem que se tornará seu filho Louis. Encorajado por sua irmã cenarista (hoje realizadora de filmes), ele envia este manuscrito a Editora Robert Laffont que tão logo aceita publicar Et si c'était vrai (E se fosse verdade). Pouco antes da publicação do romance, Steven Spielberg (Dreamworks) adquire os direitos de adaptação cinematográfica e o filme, chamado Just Like Heaven, interpretado por Reese Whitherspoon et Mark Ruffalo, ficou em primeiro lugar nas bilheterias americanas no seu lançamento em 2005.

Após a publicação de seu primeiro romance, em 2000, Marc Levy passa a dedicar-se à literatura. Todos seus romances aparecem no topo das vendas anuais na França e conhecem sucesso internacional.

Ele escreveu algumas novelas e realizou um curta metragem para a Anistia Internacional, La lettre de Nabila. Além de ter escrito músicas para diferentes artistas, dentre eles Johnny Hallyday.
Seu romance Sept jours pour une éternité foi adaptado para os quarinhos por Corbeyran et Espé. A primeira parte foi publicada dia 18 de agosto de 2010 e a segunda parte dia 23 de março de 2011.
Seu Romance Les Enfants de la liberté também foi adaptado para os quadrinhos por Alain Grand. E foi publicado em 25 de setembro de 2013.
Seu novo romance L'Horizon à l'envers foi lançado na França em 11 de fevereiro de 2016.
Seus 16 romances anteriores, traduzidos para 49 línguas, foram publicados em mais de 40 milhões de exemplares. Como já adiantamos, Marc Levy é o autor francês mais lido no mundo!

Confira as obras de Marc Levy que temos disponíveis para empréstimo em nossa Midiateca :)

E o destaque musical deste mês fica com o cantor Amir!

Amir Haddad nasceu em Paris, em uma familia pluricultural : seu pai é de origem tunisia e sua mãe é judia marroquina. En 1992, aos 8 anos de idade, sua familia emigra para Israel. E é lá que ele vai começar a cantar, em uma sinagoga do seu bairro.

Em 2006, Amir incia seus estudos na faculdade de odontologia de Jerusalém e foi notado por chegar a final do show de talentos Kokhav Nolad, versão israelita de Nouvelle Star. Amir continua seus estudos ao mesmo tempo trabalhando em seu primeiro album. Este projeto, concluído em 2008, será publicado somente em 2011, após a obtenção de seu diploma de graduação. Intitulado Vayehi, nesse álbum encontramos uma versão em hebreu da música J'te l'dis quand même de Patrick Bruel. Essa associação permitiu à Amir ser o primeiro autorizado a retomar o trabalho de Bruel.

Em 2013, Amir Haddad participou do programa The Voice, la Plus Belle Voix. Depois de ter consigo que os quatro jurados virassem suas cadeiras durante a audição as cegas, ele decide de integrar a equipe de Jenifer onde garantiu o terceiro lugar.

O show de talentos o permite participar da compilação Forever gentleman 2, em que ele canta Le Soleil de ma vie com Camille Lou. Ao longo dos anos seguintes, Amir lança muitos singles : All of Me em 2014, Oasis em 2015 e J'ai Cherché em 2016. Neste mesmo ano, Amir é escolhido para representar a França no concurso Eurovision de la chanson com a música J’ai cherché, tirada do álbum Au cœur de moi.
No MTV Europe Music Awards, em Rotterdam dia 6 de novembro de 2016, ele recebe o o prêmio de Melhor Artista Francês e em 12 de novembro, na cerimônia do NRJ Music Awards, em Cannes, ele leva o troféu de Melhor Revelação Francófona 2016 e sua música J'ai cherché é eleita a Melhor Música Francófona de 2016.

 Confira os sucessos de Amir ;)