Livros, câmera, ação - Marguerite Duras

A coluna "Livros, câmera, ação" desse mês te levará para o universo de ninguém menos que Marguerite Duras! Ao embarcar nessa jornada de inspiração autobiográfica, você conhecerá os dramas e superações de seus anos de juventude vividos na Indochina colonial.

Un barrage contre le Pacifique é um romance de estrutura tipicamente clássica, dentro dos modelos vigentes à época. Lançado em 1978, este livro inaugurará, entretanto, uma série de romances de com fundo autobiográfico ambientados no Vietnã. Anos mais tarde, eles consagrarão Marguerite Duras e definirão seu sóbrio e inigualável estilo da “escritura do indizível”.

Esta é uma obra que em geral não comove, mas perturba o leitor, uma vez que exprime o real de maneira crua: sobretudo quando analisamos a evolução do relacionamento dos três personagens principais, que de família unida passam a serem estranhos um para os outros, sem qualquer traço de compaixão que os pudesse unir.
Centrado na personagem da mãe, uma mulher que na luta contra a miséria chega até mesmo a certo nível de loucura para superar os obstáculos que lhe são impostos, somos apresentados a uma Duras em formação, que alguns anos após nos presenteiará com sua obra prima: L’Amant (1984).

Sinopse - DVD:
Na Indochina colonial na década de 30, uma viúva francesa (Isabelle Huppert) vive com seus dois filhos em terras inférteis. Todo o dinheiro da família foi aplicado na compra dessa propriedade que se revelou pobre para qualquer tipo de plantio, e ainda é inundada por águas do oceano pacífico todo ano. Lutando contra os burocratas corruptos que a enganaram, ela busca a ajuda de camponeses para construirem, junto com ela, uma barragem contra o oceano. Enquanto isso, sua filha Suzanne (Astrid Bergès-Frisbey) desperta o interesse do chinês M.Jo (Randal Douc), filho de um influente homem de negócios.
(Fonte: AdoroCinema)

Un barrage contre le Pacifique: tanto o livro (nível B2) quanto o DVD (categoria Drama) estão disponíveis para empréstimo na Midiateca!

Veja também o documentário « Un barrage contre le Pacifique, hier et aujourd'hui », disponibilizado online no site da Culturethèque.