Essa sigla gigante, que provavelmente você já ouviu falar, significa  Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas. Mas afinal de contas o que é esse quadro? para que serve? Como ele é utilizado?

Hoje vamos descobrir um pouco mais sobre essa ferramenta em que nosso curso está baseado e que norteia igualmente as certificações oficiais.

O QECRL ou CECRL em francês, trata-se de um referencial que descreve as habilidades linguísticas em uma língua europeia. Ele estabelece uma escala ascendente de níveis de proficiência em língua que vão do A1 ao C2 , sendo o primeiro nível o iniciante e o último o nível mais avançado. São seis níveis de domínio da língua ao total.

É uma grade, na qual os níveis correspondem não ao domínio de pontos particulares de gramática ou vocabulário, mas à “capacidade de fazer”. Ele apresenta o que é chamado de “abordagem orientada para a ação” ou em francês “l’approche actionnelle. Esta abordagem centra-se na capacidade de cumprir os objetivos de comunicação e não no conhecimento teórico da língua. As competências são, portanto, expressas de acordo com essa capacidade de “fazer”. O usuário da lingua é, portanto, visto como um ator social.

Por exemplo: Um usuário da língua de nível A1, em linhas gerais é capaz de :

• Compreender e utilizar expressões cotidianas e frases simples.

• Apresentar a si e a outros.

• Formular perguntas e respostas básicas sobre aspectos pessoais, como o local onde vive, as pessoas que conhece e as coisas que possui.

• Comunicar-se de forma simples, com interlocutores que falem clara e pausadamente.

Assim, o Quadro leva em conta diferentes tipos de situações oral e escrita. Existem outras diretrizes com objetivos semelhantes como o Canadian Language Benchmarks (CLB), por exemplo, mas o QECRL não está ligado a nenhum teste específico e foi especificamente feito para se aplicar a qualquer linguagem europeia, portanto ela pode ser utilizada para descrever suas habilidades em inglês, alemão, portugês ou estoniano (se você as tiver).

Em resumo, o quadro foi concebido com o objetivo de fornecer uma base transparente, coerente e tão abrangente quanto possível para o desenvolvimento de programas de idiomas, diretrizes curriculares, materiais de ensino e aprendizagem, bem como para avaliação de habilidades em línguas estrangeiras.

De onde surgiu o QECRL?

O Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas: Aprendizagem, Ensino, Avaliação (QECR), foi criado pelo conselho da Europa. É resultado de duas décadas de pesquisa, que foi passando por evoluções. A ideia de elaborar um QECR foi lançada em 1991 em um grande simpósio organizado em Rüschlikon pelo Conselho da Europa em cooperação com as autoridades suíças. Um grupo de trabalho foi criado em 1992. Ele trabalhou em estreita colaboração com um grupo de pesquisa da Suíça (graças à ajuda da Swiss National Science Foundation, o grupo de pesquisa que se esforçou para desenvolver e calibrar a proficiência linguística dos descritores).

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar